Acerca de

matt-hardy-6ArTTluciuA-unsplash_edited_edited.jpg

Orientação de Carreira

Camila Saraiva Nogueira

Psicóloga Clínica - CRP 05/64734

A importância da satisfação profissional
Trabalho é o nosso lugar no mundo. Ele é muito mais que o local onde passamos boa parte da nossa semana. Mais do que uma fonte de renda. Nenhum trabalho é isolado, ele sempre repercute em outras pessoas, em nossa vida pessoal, nos dá identidade e, em um olhar mais amplo, está à serviço da sociedade, pois ele é parte de uma complexa engrenagem!

Além disso, em um olhar sistêmico, trabalho pode nos trazer pertencimento e diferenciação dentro do sistema familiar (ambos são importantes).

Como a Orientação Profissional e de Carreira pode te beneficiar?
Eu trabalho com adolescentes e adultos que podem se identificar nos seguintes casos:

  • Primeira escolha profissional: para jovens no ensino médio na proximidade do vestibular.

  • Recolocação profissional: para profissionais que já estão inseridos no mercado de trabalho e se sentem insatisfeitos(as) sem conseguir discernir se a questão é a empresa, a área, o setor e precisando de ajuda para entender que momento é este e planejar uma mudança.

  • Planejamento de carreira: para aqueles que desejam o estabelecer novos objetivos profissionais, novas metas e poder viver um crescimento em sua carreira.

Cada processo de Orientação de Carreira é artesanal, planejado para as questões que cada cliente traz e seus objetivos. Porém, num geral são trabalhados os seguintes temas:

  • Compreensão do momento atual.

  • Fatores e valores que atravessam/atravessaram a primeira escolha e o caminho percorrido até o momento.

  • Motivação e valores para o trabalho, dinheiro e prosperidade.

  • Habilidades, interesses e pontos a aprimorar.

  • Em recolocação, recursos para investir na nova etapa da carreira: financeiros, pessoais, emocionais, tempo e rede de apoio.

  • Planejamento dos próximos passos.

 

 


Como se dá o processo?
A Orientação Profissional e de Carreira é um processo breve e focal nas questões relativas a trabalho, carreira e dinheiro. Como psicoterapeuta e orientadora profissional, percebo que aprofundar a escuta nessas questões possibilitam que o cliente coloque em prática as decisões tomadas com mais facilidade pois olhamos para os fatores que o trazem ao ponto em que se encontra atualmente. Para isso, o olhar da Psicoterapia Sistêmica contribui muito!

É um processo em que faço uso de recursos dialógicos, relacionais e instrumentais para ter um panorama mais claro da situação, valores familiares e pessoais, habilidades e motivações e devolvê-lo ao(à) cliente para que ele/ela possa tomar sua decisão com mais segurança. Por isso, percorremos etapas de:

  • Autoconhecimento

  • Ampliação da compreensão da realidade escolar/profissional

  • Tomada de decisão

  • Planejamento dos próximos passos

Conforme dito no item anterior, todo o processo é artesanal, sendo planejado para cada demanda e co-criado junto ao cliente e suas necessidades ao longo dos encontros.

Diferentemente de outras escolas da Orientação Profissional, eu não trabalho com uma bateria de testes que reduzem a escolha profissional a um cruzamento impessoal de interesses e habilidades. Eu recebo a pessoa que me procura junto à sua jornada profissional, contexto e valores, acolhendo suas dúvidas, angústias, receios e proporcionando a oportunidade de perceber sua potência, possibilidade de escolha e crescimento profissional. Faço uso de instrumentos que facilitem o insight e a visualização do conteúdo trazido e, ao final, entrego um relatório contendo minha leitura da evolução do(a) cliente ao longo dos encontros, a decisão e o planejamento que elaboramos para que consulte sempre que necesssário.

É, também, um processo psicoeducativo pois ensina ao(à) cliente as etapas que fazem parte de qualquer processo decisório, podendo ser usado em outros momentos da carreira ou outras áreas da vida.

Os processos de Orientação de Carreira são conduzidos exclusivamente online.

"Para quem não sabe aonde vai,
qualquer caminho serve."

Lewis Carroll